CENTRAL DE NOTÍCIAS


12/12/2016

LinkedIn: Você está preparado para a evolução digital?



O cenário nacional tem revelado a tendência de recessão econômica nos últimos anos. Conforme publicado pela BBC Brasil, no último dia 3 de março, o Produto Interno Bruto (PIB) apresentou retração de 3,8% em 2015, sendo considerada a pior recessão dos últimos 20 anos. Especialistas apontam como principais causas de tal declínio econômico, a crise política e diminuição do consumo. De acordo com dados do IBGE, o número de desempregados já ultrapassa os 9 milhões de pessoas, o que representa um aumento de 40% em relação à mesma no ano passado.

Em decorrência, empregadores, funcionários e os que estão em busca de um trabalho se mobilizam para se adequarem às demandas de mercado. Por um lado estão os que querem se manter na função e outros que buscam um lugar para serem inseridos.

O emprego e o mundo digital

O Brasil vem se tornando cada vez mais presente no uso de mídias sociais. Hoje, é o segundo país com maior utilização do Facebook, Twitter e Youtube.

É notável que as mídias sociais caracterizem importantes ferramentas de negócio para as empresas, levando em consideração a quantidade de usuários em nosso país.

De acordo com o analista de Marketing, com MBA em gestão de pessoas, Francesco Vassoler Crisci, "as empresas inteligentes são aquelas que estão conectadas, uma vez que, por entenderem essa “evolução” no mercado, estão mudando junto com seu consumidor. Quando digo consumidor, não se trata apenas do consumidor do produto final, como também, a atração de novos talentos."

Atendendo essa nova demanda digital, surge a ferramenta do Linkedin, que apenas em 2010 foi traduzido para o português e hoje atinge mais de 20 milhões de usuários no Brasil.

Nessa nova plataforma, o Linkedin permite que as empresas estejam em contato direto com os candidatos, seus respectivos currículos e vice verso. O usuário tem a chance de estar sempre conectado com a(s) empresa(s) de interesse e ficar por dentro das notícias e vagas oferecidas. O Linkedin está no ranking do 18ª site mais visitado no Brasil, segundo apuração do site Alexa (2012).

O site Social Bakers (2012) aponta que a rede possui 8.726.127 usuários brasileiros e penetração da população de 4,34% no país o que coloca o Brasil na 4ª posição de países que mais usam a rede. No Brasil há mais de 10 milhões de usuários, dos quais a maioria tem pós-graduação e idades entre 35-44 e mais de 60 anos (ALEXA, 2012).

Pensando nisso, as empresas utilizam headhunters, os famosos “caça-talentos”, que são responsáveis pela busca de novos talentos e profissionais experientes para agregar à equipe.

O usuário deve manter seu perfil sempre atualizado, além de completar rigorosamente todas as informações pedidas. Quanto mais completo e filtrado esteja o perfil, mais atrativo se torna.

Para complementar, conversamos com a Renata Juodinis, que é responsável pela aquisição de novos talentos da empresa multinacional americana Caterpillar, instalada na cidade de Piracicaba – SP. “A ferramenta é a principal fonte para encontrar candidatos que estão buscando o primeiro emprego ou profissionais mais experientes. São esses os profissionais com experiência de mercado, geralmente na área administrativa. O Linkedin possui um enorme banco de currículos disponíveis e é sem custo para o candidato. É uma ferramenta fácil e rápida de utilizar! Sua plataforma é de internet, onde é possível acessar o perfil completo do usuário e entrar em contato com apenas um clique.”

Para os que não estão buscando novas oportunidades, Renata dá a dica: “A Rede serve para o networking, ou seja, seu relacionamento profissional com pessoas e empresas. É uma ótima forma para fazer conexões para saber sobre as oportunidades em aberto, além de ficar por dentro das notícias da empresa”.

Não se trata apenas de mais uma mídia social de relacionamento, é muito mais do que isso. Hoje é imprescindível estar conectado. A tendência do mercado e das novas gerações, pedem com que, cada vez mais nos adaptemos ao mercado de trabalho e ao mundo digital.

O quanto você está inserido no mundo digital?






Newsletter ASSER Rio Claro
Deixe seu email e receba nossas novidades »